CS Lobão

HISTÓRIA

O Centro Social de S. Tiago de Lobão, Instituição Particular de Solidariedade Social, fundado em 3 de Agosto de 1988, iniciou as suas funções apenas com a valência de Tempos Livres (A.T.L.). Esta instituição apareceu pela necessidade sentida no âmbito social desta freguesia, especialmente, nas crianças com idade escolar. Nesta freguesia, nem nos arredores, havia uma organização onde as crianças, após as actividades lectivas, pudessem estar ocupadas. O trabalho posteriormente desenvolvido vem na sequência do conhecimento obtido, através de um levantamento socio-económico e habitacional, por amostragem, a 10% das famílias de cada freguesia do concelho efectuado pela Câmara Municipal da Feira em 1986, contactos realizados pela população da freguesia junto do Serviço Social da Câmara e do Centro regional de Segurança Social de Aveiro. Neste âmbito a Câmara Municipal através do Sector Social apresentou um projecto de desenvolvimento comunitário junto do Centro de Emprego e Formação Profissional no sentido de obtenção de pessoal técnico (assistente social e educadoras) ao abrigo dos programas AT.D. e O.T.J., com o objectivo de intervir em áreas que se revelavam prioritárias. Neste sentido, foram efectuados vários contactos com a Delegação Escolar de Fiães e Direcção Escolar de Aveiro, sendo publicado um inquérito a todos os professores do ensino primário com o objectivo de se conhecer de uma forma mais específica esta área com vista à definição de formas de acção. Segundo os dados obtidos junto dos professores, o principal problema é a dificuldade de aprendizagem seguido de problemas de apatia/desinteresse e pela falta de apoio familiar. Foram levantados problemas de abandono, fuga, absentismo e agressividade nas crianças. Surge então a hipótese de criação de um equipamento de apoio à escola que colmatasse o problema de ocupação dos tempos livres das crianças. Inicialmente os Tempos Livres funcionaram na Sede da Junta de Freguesia, totalmente suportados pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, passando depois para duas salas que constituíam o edifício do Condes de S. Tiago de Lobão, enquanto as obras do novo edifício não se concluíam. Criaram-se 3 grupos de 25 crianças que foram divididas por turnos da manhã e tarde. Em 3 de Março de 1997, o novo edifício do Centro Social de S. Tiago de Lobão, inicia as suas actividades abrindo uma nova valência: CRECHE (para crianças dos 3 meses aos 3 anos). Na área da terceira idade, seguiu-se o Centro de Dia e o Serviço Apoio domiciliário (S.A.D.). Segue-se o “ Projecto de Incidência Comunitária”, actualmente designado por Centro Comunitário, direccionado para a comunidade residente nas freguesias de Lobão, Gião e Guisande com gabinete de apoio e atendimento de serviço social e psicologia. Em 2010, também no âmbito de uma candidatura ao “Programa de Expansão e Alargamento da Rede de Educação Pré-escolar” e, tendo por objectivo a continuidade das crianças na instituição até á entrada no 1.º ciclo do ensino básico, surge a possibilidade de abertura do Pré-escolar (dos 3 aos 5 anos). Sempre com o intuito de diversificar as suas respostas sociais, o Centro Social realiza uma candidatura ao Programa PARES II para a construção de uma Estrutura Residencial para Idosos com capacidade para 25 utentes. A mesma é concluída em Dezembro de 2012 e inicia a sua actividade em Fevereiro de 2013.